25.4.05

O Mais Duro VII

.

BRUCE WILLIS

Walter Bruce Willison (sim gosto de os chamar pelo nome completo, como fazem as mães quando estão chateadas) nasceu em 1955, em Idar-Oberstein na Alemanha Ocidental, tal como indiciam os seus olhos azuis, o seu cabelo louro e forte e o seu corpo alto e espadaúdo (cof! cof!).
Seu pai era militar, e foi na base alemã que Bruce aprendeu a manusear armas (acho eu) ou então foi quando voltou para os Estados Unidos, mais propriamente para Nova Jersia (este nome em português é simplesmente ridículo), que é terra de duros, ou não fosse o território de Tony Soprano.
Antes de se tornar actor, Bruce foi barman. O seu primeiro papel em cinema foi também o de barman. Daí concluo que Bruce Willis gosta de bares. Gosta também de blues e toca harmónica (o que lhe dá crédito enquanto duro, porque lembra o Charles Bronson).
Foi com a triologia "Die Hard", que se consagrou como um duro a valer, com uma das melhores punchlines de sempre: "Yippekiay motherfucker!". Protagonizou também "A Fúria do Último Escuteiro". E se acham que escuteiros não é coisa de homem, desenganem-se pois ele fica mesmo furioso! No "Pulp Fiction", limpou o sebo ao Zed e ao "Rapaz da Redoma", com muita categoria.
Será então Bruce Willis o mais duro dos duros?
Não me parece. E porquê? Porque Bruce Willis deixa que as mulheres lhe batam, coisa que um duro não pode deixar acontecer (a não ser que retribua a agressão a dobrar). Em "Moonlight", Cybil Sheppard batia-lhe constantemente, e ele nada fazia. No "Sexto Sentido", morre nos primeiros cinco minutos e passa o resto do filme morto (oops! espero que já tenham visto o filme). Já no "Armaggedon", morre a salvar o mundo (se fosse fosse duro a sério, salvava o mundo ileso e ainda arriava no Ben Affleck só para o gajo não ter a mania).
Na vida real, a sua ex-esposa* Demi Moore, trocou-o por um actor maricas das comédias de adolescentes, e ao que sei, não há relatos dos devidos espancamentos que uma situação desta requer.
A meu ver, tá mal!
Há ainda outros factores para que Bruce Willis não possa ser considerado o mais duro. Sangra muito, fica despenteado, rasga a roupa, e tem demasiadas dores. É que ficar bocadinho assim, ainda vá que não vá. Mas agora, ficar um farrapo humano é que também não pode ser! Os duro não podem dar tanta parte fraca! Onde é que já se viu!?

*Julgo que é este o termo mais correcto, pois ex-mulher, pressupõe que se passe do estado de mulher para outra coisa qualquer, e acho que para isso é preciso uma operação. Além disso soa melhor. Da minha parte, é tudo.

12 comentários:

Pedro disse...

É a minha opinião, mas acho que matar o John Travolta quando este ainda está com as calças pelos joelhos e com papel higiénico na sola do sapato, não é comportamento digno de um duro a sério...

João disse...

Tens razão. Mas acho que foi merecido na mesma, porque o John Travolta era um drogado, dançava disco, e falava português mal que se fartava . Além disso é uma aberração, porque tem uma cabeça gigante e implantes de cabelo. Qualquer que o mate, só tem o meu respeito.

Pedro disse...

Ninguém merece ser encontrado morto depois de usar a latrina (provavelmente ele nem recorreu ao autoclismo de forma 100% eficaz)... nem o Travolta!

Telmo disse...

quero deixar uma reclamção este homem não estava em tronco nu não vale.

João disse...

Se estão em troco nú é porque estão em tronco nu. Se não estão em troco nú é porque não estão em troco nú.
Não percebo!

Se acha que a imagem não lhe alimenta os seus desejos homo-eróticos, então caro Telmo, permita-me que evidencie os seguintes aspectos da referida imagem:

Como pode reparar, o Bruce Willis está sujo de óleo e com um distintivo da polícia, logo conclui-se que é uma espécie de mecânico da polícia. O que equivale, mais ao menos, a um Village People.

Além disso, tem os pelos à mostra e dnotam-se os mamilos por debaixo da camisola. Que mais pode um homem como o senhor, desejar?

Por último, o relógio e o cinto combinam. E todos sabemos que pessoas da sua laia, deliram com essas coisas dos acessórios e não sei que.

Tiago disse...

Sim, a foto não é tão boa como a do Chuck Norris mas escapa. O cabelo parece estar a pedir: faz-me um Mohawk! Ou como se chama hoje em dia a esses penteados.

Pedro disse...

Nunca tive numa sauna (graças a Deus!), mas calculo que seja este tipo de comentátios que por lá se fazem enquanto se folheia a Men's Health...

Tiago disse...

Tentei procurar o post com as informações sobre a t-shirt do gémeo malvado e este desapareceu sem deixar rasto. Será que foi por livre vontade ou há um Pinochet entre nós?

João disse...

Caro Tiago, como deve calcular o senhor Pinochet não percebe nada de html. O post a que se refere foi de facto retirado, mas apenas por razões editoriais. Em breve será colocado um anuncio, devidamente formatado, acerca das ditas t-shirts. Até lá, poderá recorrer ao nosso mail para esclarecer qualquer dúvida.

Mat disse...

Gostava de mencionar que em Nova Jersia há muitos Portugueses, outra razão pela qual pode ser considerada terra de duros.

Pedro disse...

O Pinochet pode não perceber nada de HTML, mas é gajo para mandar alguém perceber por ele... e não se esqueçam que os ditadores têm gostos bastante específicos.

Tiago disse...

Era só para confirmar...