1.4.05

O Eric Roberts II ou III

Eu andava a evitar falar de novo neste assunto, mas visto que há quem continue a insistir, aqui vai:
Por acaso, já tiveram oportunidade de ver o Eric Roberts na Mtv, ou no Top Mais, a figurar (coisa que até os ursos são capazes de fazer) em videoclips?
Pois é, eu dei conta de dois, sem sequer estar à procura. Um dos vídeos é dos The Killers, do tema "Mr.Brigthside" e o outro é da Mariah Carey (não me dignei a decorar o nome deste).
Mas quem é que raio pensa estas coisas? Que banda acha fixe tê-lo num videoclip? será que é para tornar o vídeo mai dinâmico? É que se for, o gajo passa todo o tempo sentado a fazer a mesma pose e a olhar, sem por isso a cena ficar mais mexida. Só olha e olha sem fazer absolutamente nada mais. É que nem dança, nem canta (e até sabemos que consegue fazer essas coisas todas) nada de nada.
Percebo que o orçamento seja limitado, mas há que fazer opções. Ou têm um famoso sentado, ou têm um anónimo com estilo. Ou, eventualmente, um anónimo sem estilo nenhum (caso o orçamento não permita mais nada).
De qualquer forma tenho de admitir, que mesmo com o Eric Roberts, o vídeo tem mais estilo do que qualquer vídeo de uma banda portuguesa (os MoonSpell não contam). Ok tudo bem, é completamente sacado dum filme Hollywoodesco qualquer tipo Moulin Rouge. Mas também, hoje em dia "who isn´t"?

7 comentários:

Mat disse...

Parece que isto se está a tornar um fanblogue do Eric Roberts.

Pedro disse...

Até ver, fui a única pessoa que não refere o nome do senhor… nem num post, nem num comentário. E aviso já: não contem comigo para essas manobras de redução temática!

João disse...

Espera até encontrares o gémeo português dele, que não vais resistir...

Pedro disse...

Encontrar gémeos portugueses é complicada (o universo é reduzido)... ainda por cima de uma figura tão única como o senhor em questão.

P.S: continuo sem referir o nome do dito. Não pensem que me enganam com esses truques.

Tiago disse...

O nome de quem Pedro?

Pedro disse...

Do Eric Roberts. Doh!

Tiago disse...

Nunca digas desta água não beberei!