28.4.05

Football Trivia



Quando era pequeno o meu pai dizia-me: "Se te perguntarem de que clube és, dizes que és do Benfica como o teu pai.". E era o que eu fazia! Sem nunca ter pago cotas, ouvido relatos ou visto jogos, eu era do Benfica! (Não tenho a certeza que de facto isto aconteceu, podendo apenas ser uma memória construída)
No recreio da escola, nunca tive grande vontade de jogar à bola, mas como precisavam de mim para fazer número, e sob coacção, lá dava uns pontapés na bola e em quem estivesse com ela. Depressa perceberam que eu não era capaz de correr e chutar ao mesmo tempo, daí a minha mudança de posição. Passei a ser guarda-redes, o que era óptimo, pois não tinha de correr nem chutar muito. A minha função era simplesmente desviar-me dos pujantes remates, e assim assegurar a minha integridade física e a popularidade do autor do remate. Geralmente o autor destes remates era um repetente burro, com uns anos a mais do que todos nós, e que era o rei do recreio, mandando assim nos jogos e no árbito (era portanto, uma espécie de Pinto da Costa).
Outro factor que contribuíu para a minha aversão ao futebol, foi o canal dois (lembro aos mais jovens, que nos anos oitenta apenas existiam dois canais. Sim dois!). Eu nunca consegui sintonizar bem o canal dois, ou seja, vi sempre o "Agora Escolha", "Os Soldados da Fortuna" (é aqui que se nota o generation gap, "Esquadrão Classe A" para os pirralhos), o "Bocas", e o "Tom Sawyer"com ruído e chuva televisiva. E que tem isto a ver com futebol? Pois bem, só quando havia "jogo" é o meu pai subia ao telhado e ajustava a antena (sim crianças, usavam-se antenas), para que o canal dois se visse bem. E como ao sintonizar bem o canal dois, o canal um ficava mal, lá ia o meu pai por a antena no sítio, quando acabava o jogo.
Mas o dia em que deixei de gostar de futebol, foi aquele em que o Veloso falhou uma grande penalidade (não sei se é assim que se denomina a coisa) na taça dos campeões europeus (ou algo assim do género) nos meados dos anos oitenta (também não sei precisar a data). Eu tinha feito uma bandeira do Benfica e tudo. Mas de nada me valeu... senti o amargo sabor da derrota a invadir-me as entranhas. Queimei a bandeira e nunca mais vi futebol. Quero dizer... nunca mais vi futebol, voluntariamente.
O futebol invadiu a minha vida de novo, nas aulas de educação física, no secundário. E foi um suplício! As mentes dos professores de educação física, não estão preparadas para aceitar o facto que existem rapazes que não gostam de futebol, e que não são "daqueles". Resultado, fui jogar para uma equipa de raparigas. Lá era bom jogador, e até marquei um golo! Mas foi anulado, porque eu estava "fora de jogo". Como achei que isso queria dizer que eu estava expulso, fui-me embora.
Há ainda outra coisa que me irrita solenemente. Aquelas pessoas que não são adeptos do jogo, mas quando a selecção joga, vibram como se não houvesse amanhã. Deixem-me dizer que odeioessa gente , mais do que tudo. Pior do que gostar ou não de futebol, pertencer ou não a um clube, é ser apenas da selecção.
Por vezes penso no que seria a minha vida hoje, se o Veloso tivesse marcado. Seria eu um daqueles apoiantes da selecção? Ou então um adepto ferrenho do Benfica? Ou teria eu um penteado à Beckam? Seja qual for a hipótese, obrigado Veloso!

19 comentários:

Pedro disse...

Queimei várias bandeiras do Benfica durante a minha infância (caraças, ainda hoje o faço!) e sou um adepto "à séria"!

Claro que ajudou bastante o facto de nunca ter ido à baliza quando era puto, mas sim ter andado a meter cuecas nos grandes do 4º ano.

P.S: Pinigoooolll!!! (João, se conseguires descobrir - sozinho! - o que é isto que dizer o Tiago dá-te um doce.)

lila disse...

adorei teu blog, ´posso linkar no meu? http://iscasemvara.blogspot.com

Pedro disse...

Pini, Pini, Pini, Pinigooool, Pinigol, Pinigoool...

Tiago disse...

Pedro, o Pinigol é a maior farsa do futebol português. Maior do que Cláudio Pittbul. João, antes um benfiquista que agradece ao Veloso ter falhado a grande penalidade em 1988 (como é possível?) do que sportinguista. Não és o primeiro, o José Veiga fez o mesmo e hoje em dia tem a posição que tem no nosso clube...

João disse...

Pensei que tinha deixado claro, que não só tenho uma grande aversão a futebol, como não sou de nenhum clube.
Só contando adeptos como eu, é que vocês chegam ao ridículo número de 6 milhões. É triste.
Não sei quem é o José Veiga, nem sei que tipo de posição assume, nem em que tipo de clube o faz. Mas calculo que deve ser um daqueles clubes que têm "saunas".
Não desejo receber um doce de ninguém, por ter descodificado gritos de guerra em futebolês.
Não percebo de futebol, mas sei usar motores de pesquisa. Um pouco de mais crédito, por favor!

Mat disse...

Uma coisa está certo o teu pai é sem dúvida um bom pai de familia.

Mat disse...

lila said...
adorei teu blog, ´posso linkar no meu?

Claro que sim, estimada Lila, aqui pode se tudo...

Pedro disse...

Pini, Pini, Pini, Pinigooool, Pinigol, Pinigoool...

P.S: Vindo de quem apoia o Karadas, essa blasfémia passa por ridícula, lampião Tiago!

Tiago disse...

Tinha vindo das aulas e não sabia q ele tinha marcado o golo da vitória. Talvez seja melhor que o pitbull afinal.

Mat disse...

Pini??? Não havia um bonequinho chamado Pinipon?

Telmo disse...

joão agradece ao veloso por teres escapado da fase do bigode... lol

Pedro disse...

Pini, Pini, Pini, Pinigooool, Pinigol, Pinigoool...

João, uma actualização: O Luis Filipe Vieira apresentou os resultados de um estudo "estrangeiro" e afinal o Benfica tem 14 milhões de adeptos espalhados por todo o mundo. Inclusive (e este número atesta bem da credibilidade do estudo realizado, mais de 100 mil na Indochina.

E deixem-me referir que é muito triste quando só 3 das 5 pessoas que escrevem regularmente aqui é que sabem o que raio é Pini, Pini, Pini, Pinigooool, Pinigol, Pinigoool...

João disse...

Pois é triste, que apenas quatro gostem de futebol, ou que apenas dois sejam de facto gémeos, ou que apenas quatro tenham um qq grau de parentesco, ou que apenas dois sejam designers, ou que apenas um seja do sporting, ou que apenas um seja belga, ou que apenas três morem no mesmo bairro, ou que apenas um tenha um mac, ou que apenas dois saibam que é a tia adelina, ou que apenas um ainda não tenha escrito nada, ou que apenas três morem em lisboa, ou que apenas um estagie na federação portuguesa de futebol, ou que apenas um seja um jovem artista em inicio de carreira, ou que apenas um trabalhe na àrea do turismo, ou que apenas dois pareçam o nick cave (mais ou menos), ou que apenas um conheça pessoalmente todos os outros.
De facto é triste.

Pedro disse...

Espero que o Manitu, por razões óbvias, seja adepto do Anderlecht!

P.S: João, pá, se percebesses de futebol sabias logo porque raio digo isto, caraças...

Mat disse...

Isto é um mundo cão, João!

Tiago disse...

Pedro, nem eu percebi essa. Afinal todos os benfiquistas torcem pelo Malines! O clube do maravilhoso e inigualável Michel Preud'Homme!!!!! Pini, Pini, PiniMichelgoool!!!

Tiago disse...

Ou então pelo standard de liége onde ele está agora, mas não é a mesma coisa...

Pedro disse...

Bem, eu nem queria fazer isto, mas vamos lá a um pequeno exercício de memória...

Terça Feira, 24 de Agosto de 2004
Anderlecht 3 x Benfica 0
(Pré-eliminatória da Liga dos Campeões)

P.S: Lembro-me do Sporting aviar o Malines com esse cabeludo do Preud'homme à baliza.

Anónimo disse...

Best regards from NY! » » »