28.4.05

Desta vez Hollywood tinha razão

Hollywood não deu um mau exemplo apenas quando pôs os galãs a fumar. As injustiças sociais também prevaleceram por lá. Basta pegar no exemplo "Senhor dos Aneis" (LOFTR).
Como é que se justifica que um actor como o John Rhys-Davies, com o curriculo que tem, seja relegado para Anão-rude-e-feio, e dêem o papel de Elfo-elegante-e-majestoso ao Orlando Bloom? O Orlando ainda andava de fraldas e já o JRD andava a vaguear pelos mares do Japão. Parece incompreensível não é?
Neste caso a culpa foi minha e peço desde já as minhas desculpas ao amigo JRD.

Passo a explicar:
O JRD esteve em Portugal em 1999 a fazer uma curta. Na altura ainda não havia o LOFTR, e depois dos tempos áureos do Shogun e Indiana Jones só lhe ofereciam séries idiotas tipo Sliders.
Isso explica a presença dele por cá.
Pude constatar que é um profissional simpático e acessível. Flirtava com a maquilhadora, mas também falava connosco, técnicos e alunos, sobre a sua experiência. Não só sobre o Indiana Jones, mas também sobre Orson Welles (que ficou famoso pela narração do filme do Shogun).

No último dia estávamos a filmar na praia das maçãs. Íamos aproveitar a magic hour. O John lembrou-se que a cena ficava fixe com um cavalo. Arranjou-se o cavalo. O sol estava a baixar e o chefe electricista pediu-me para ir buscar reflectores à carrinha que estava longe dali.

Ainda não tinha chegado à carrinha quando vejo JRD a galopar pela praia. Quando ele passa por mim cai do cavalo. Mesmo à minha frente. Só estávamos os dois nas proximidades. Ele levanta-se e olha para mim. É enorme.
Depois de um silêncio, que siginfica: vamos esquecer isto!, ele pega no cavalo e dirige-se ao décor.

Quando chego ao décor com os reflectores já estão a filmar o plano. O John está a pé. Pergunto a um colega porque é que não usaram o cavalo. JRD tinha dito que o cavalo estava muito cansado...
A partir daqui se calhar posso ter espalhado a notícia pela equipa.

E o mais provável é que tenha chegado aos ouvidos do próprio Peter Jackson que não teve outro remédio senão trocar o "cast - socialmente - equilibrado - e - baseado - apenas - no - valor - dos - currículos".
Afinal, é de justa causa tornar um actor em anão para não ter que conduzir um cavalo.


Sou bem mais bonito do que o Orlando Bloom, mas aquele "Tiago" tinha que pôr tudo a perder! Grrr...

6 comentários:

Mat disse...

Sliders uma série idiota?! Eu adorava essa série.

Tiago disse...

Isto é o que dá tentar dramatizar o texto. Fui apanhado. Nunca vi a série. Lembro-me que dava na tvi, mas muito tarde. Era tipo Quantum Leap não era?

Mat disse...

Yep, o JRS era um cientista que por causa de uma experiência cientifica mal realizada, ia parar juntamente com a sua equipa em universos paralelos.

Tiago disse...

Quando a tvi criar um tvi gold/memória vou estar atento!

Pedro disse...

Também eu... nunca cheguei a saber porque é que o Marco aviou a Sónia com um pontapé!

Anónimo disse...

Excellent, love it! »