3.9.05

A Mais Dura I

Pois é caro amigos, aqui estou eu de volta com mais uma rubrica acerca de dureza, sendo desta vez no feminino. Recentemente descobri que os seres humanos que não são dotados de pénis à nascença, afinal também têm os seus momentos duros. Se repararmos bem, um parto é lixado que se farta, dormir com homens também não deve ser pêra doce, ou até mesmo a depilação a cera quente seria capaz de pôr muito menino da mamã a chorar para aí.
Calculo que muitos dos nossos leitores (sobretudo os do bigode) estejam a pensar "As gajas!? Mas são todas umas medricas, umas tótós e umas sonsas!". Pois é meus amigos, mas aí é que está o busílis da questão. Tal como diz o povo : "Livra-te de boi sonso que de boi bravo me livrarei"- podem parecer mas não o são... são fortes e manipuladoras e... e.. é melhor não me adiantar muito mais... O que interessa é que muitas vezes são destemidas e coisas dessas.
Tal como fiz anteriormente, irei analisar esta propriedade da dureza olhando para o mundo do cinema, escolhendo dez candidatas e elegendo apenas uma, não duas nem três, mas sim apenas uma vencedora do título de "A Mais Dura".
É importante deixar claro que os critérios desta rubrica, serão ligeiramente diferentes da versão masculina, uma vez que seria impossível encontrar uma actriz que não tivesse feito um filme daqueles "sensíveis" ou que não tivesse levado da boca de um colega seu (não é seu, é dela).

Legenda*

DEMI MOORE

Demetria Gene Guynes, nasceu a 11 de Novembro de 1962, na cidade de Roswell (sim naquela dos extraterrestres adolescentes) no estado do Novo México. Como seria de esperar, teve uma infância lixada. O pai deixou a mãe ainda grávida, que casou com um bebâdo violento e suicida, que fez a pobre miúda sair de casa nos seus sweet sixteen. É o costume....
Foi trabalhar com pin up (seja lá isto o que for...) e aos dezoito casou com o baterista Freddy Moore, que participou na série "Happy Days". Com ele compôs esta música intitulada "It´s not a Rumor" e escreveu a respectiva "lírica".
Em 1982, entrou para o elenco de "General Hospital" e participou no filme "St. Elmo´s Fire". Por esta altura andava a dar forte na "buída" e na coca, mas sendo uma mulher forte tratou-se numa semana (talvez a clásula do contracto referente a estes hábitos, que o estúdio a obrigou a assinar tenha ajudado). Foi também nesta altura que Demi começou a fazer operações plásticas de recauchutagem em diversos sítios, como por exemplo L.A. e Suíça. Depois, e como toda a gente sabe, lá se casou com o Bruce Willis, e foi aqui que ganhou créditos enquanto dura, visto que as duras também se definem pela escolha dos seus parceiros sexuais.
Demi entrou para a tropa no filme "A Few Good Men" e após uma "Indecent Proposal " com um "Striptease" lá pelo meio, prestou provas para as forças especiais em "G.I. Jane" que para quem não sabe é uma espécie de "Oficial e Cavalheiro" para machonas, e no qual ela é mais bad ass (nunca no sentido literal do termo) do que um batalhão de homens.
Obviamente que não pode ser considerada "A mais Dura", pois entrou em filmes como o do ceramista fantasma que dançava, onde contracenava com o Patrick Swayze e aquele filme dos Anjos não sei quê, que se for como o filme de anjos da Meg Ryan, é uma valente porcaria. Outra razão para não merecer o título, é o facto de namorar com o mariconço do Ashton Kutcher, pois fosse uma dura a sério dava-lhe mas era um enxerto de porrada até ele perder a mania.

*Se eu fosse o Tiago, teria feito a seguinte legenda: "Are you talkin' to me? Are you talkin' to me? Are you talkin' to me? Then who the h*ll else are you talkin' to? Are you talkin' to me? Well I'm the only one here. Who do you think you're talking to? Oh yeah? Huh? Ok"

21 comentários:

augustus_audacious disse...

E que tal se passases em
http://tudoemgrande.blogspot.com/

já não era sem tempo pá!

Pedro disse...

A Demi Moore teve um momento alto. O animado ‘Revelação’ e as míticas cenas de sexo forçado com o banana do Miguel Douglas. O Striptease é o pior filme de sempre à volta do tema do bailado exótico e, a partir daí, a pobre Demi ficou com músculos e as linhas do maxilar assustadoramente definidas.

IM disse...

O actual namorado tem um ar mais feminino do que ela actualmente!!!

João disse...

É bom ver que está actualizado em relação à actualidade...

IM disse...

Ups!

Nucha disse...

Para o João:

pinup girl: "a girl or woman whose glamorous qualities make her suitible subject for a pinup"

pinup: "a photograph or poster of a person considered to have glamorous qualities"

Isto dá muito trabalho a traduzir, mas parece-me que a Demi Moore, aos 16 anos era uma gaja fixe para ter pendurada na parede.

João disse...

Achei apenas que o termo "pin up" estivesse desctualizado em 1978. Malditos veteranos da 2ª Grande Guerra!

Nucha disse...

Velhos babões é o que é

João disse...

Se não tivessem sido eles, o mundo estaria cheio de velhos babões nazis...

Mat disse...

Gajas duras devem ser Margaret Thatcher, Lili Caneças ou Manuela Ferreira Leite...Demi Moore ao pé dessas é carne bem tenrinha.

João disse...

Matias, certamente que já comeste frango e apanhaste um bocado de plástico da etiqueta, que tiveste que cuspir.
Julgo que com a Demi Moore, acontecerá o mesmo.

Pedro disse...

Eu pensava que a etiqueta de plástico era para comer... que era parecido com aquele 'osso tenrinho'...

João disse...

Não te deixes iludir pelo nome, por vezes até isso pode ser um osso duro de roer.

Shôtôr disse...

Grace Jones!
Mulher mais dura do mundo, investiguem, escrevam, publiquem, votem,etc...
Vão ver que ela ganha!

João disse...

tudo a seu tempo, meu caro... tudo a seu tempo...

Pedro disse...

Tudo não! Que a gente aqui é muito homem!

João disse...

Sim é verdade, somos cerca de seis.
... cinco e meio, vá lá...

ron j. disse...

Tenho a impressão que esta imagem também tem "nítidas referências fálicas.."?

João disse...

Até que enfim que alguém reparou... Isto de ser subtil em Portugal, não rende.

Pedro disse...

O ron j. não reparou em nada... estava só a perguntar, não se sabe bem a quem, se ele próprio teria a impressão que esta imagem também teria 'nítidas referências fálicas'... alguém que responda ao homem, caraças!

João disse...

Sim.