26.7.05

O Carteiro Bronco na TV!!!

Lembro-vos o papel de Carteiro no seriado norte-americano...
Depois de Léo Lima ter sido enxovalhado por ser "carteiro", venho repor a justiça perante essa profissão negligênciada nos antros da nossa memória.
Muitas crianças antes de verem o Cheers e o Seinfeld, já sonhavam ser carteiros. Apesar de terem visto as ditas séries não mudaram de opinião, e essas crianças são hoje em dia conhecidas por serem... Carteiros.
Desde o Cliff, que foi o modelo masculino que muitas crianças sem pai mais copiado, ao rabugento Newman, vemos um padrão a abrir-se perante nós. Ser Carteiro é na nossa sociedade um emprego para os mais inaptos e mais broncos.
Os inadaptados finalmente podem ambicionar um posto com uma farda que não é bem a Legião estrangeira. Three cheers para os Carteiros.

12 comentários:

Pedro disse...

Quem passa cá por casa é uma carteira... e, dado o contexto, até é bem curvilínea.

Valha a verdade que o termo de comparação incluí nomes como o Newman e o Cliff, mas posso afirmar com toda a certeza que esta rapariga é o único funcionário dos correios que gosto de ver alçar a perna para subir para cima da motorizada com que percorre a rota diária.

Tiago disse...

Telmo, também havia aquele teu amigo que era o nosso carteiro e que sabia o conteúdo dos postais que nos enviavam. Esperemos que ele não leia isto, porque apesar de ele ser muita fixe e porreiro, a verdade é que não me lembro do nome dele e toda a gente o tratava por "carteiro".

Pedro disse...

Um amigo carteiro? Nem tenho palavras...

Anónimo disse...

Só tenho a dizer que que sinto um enorme respeito pelos carteiros mas contudo é pelos de antes, já não há carteiros como antigamente...esses sim trabalhavam! Não se lembram daquelas fantásticas malas de cabedal à tira-colo a transbordar de envelopes, e aquela figura meio músico de banda da Aldeia meio bófia com um sorriso sempre na boca...hoje em dia são todos muito fashion todos com maletas da moda com umas scooters todas baris... modernices...

Pedro disse...

O carteiro é mais ou menos como aquela pessoa a quem pediamos para passar um papelinho para outra em plena sala de aula... também não pode ver o conteúdo da epístola e, se durante a trasacção, houver problemas, a culpa é dele.

João disse...

Os CTT pagaram mais de dois mil contos de reis, para um designer redesenhar o logotipo. O antigo estava desactualizado, pois era um carteiro a cavalo com uma capa e corneta. A nova versão é muito melhor, pois o carteiro já não tem a capa. E eu que pensava que as capas até estavam na moda!

Pedro disse...

O símbolo antigo dos CTT não era com o Thor?

João disse...

Thor é nome de cão grande. O logotipo tem um cavalo.

Pedro disse...

Se o carteiro do logotipo já não tem a capa, quer dizer que já não voa e que o serviço está bastante mais lento... péssima estratégia de marketing!

Sergy disse...

"O carteiro não tem culpa, é a sua profissão", como diria o ganza do sérgio godinho!

Tiago disse...

Eu que não tenho tvcabo, consegui esta semana ver dois episódios do seinfeld. Que nostalgia. Um com o "on-topic" Newman que comprou a bicicleta ao Kramer. O outro com o Frank Costanza: Still, still, i like to go in fresh!
Que maravilhosos eram os tempos em que tudo era respondível com uma sitação da melhor série cómica de todos os tempos. Isto na opinião de muita gente.
Pedro, quando é que catalogas os teus episódios?

Pedro disse...

Quando estiver terminalmente doente ou a cumprir pena pesada em Custóias... não vou perder tempo a fazer isso agora, pá!

Senão depois, quando tiver tempo, como é? Fico a olhar para o boneco? Nessa altura, sim, preso ou confinado a quatro paredes devido a uma saúde precária, dedico-me a esse género de bricolage VHS e a descobrir livros chatos...