7.7.05

Absurdo

Fiquei muito impressionado com os atentados em Londres, aliás qualquer acto de barbaridade impressiona-me. Mas a ler o The Sun, o jornal super sensacionalista do Reino Unido, no momento não me lembrava de mais nenhum, encontrei estas frases ditos por uma testemunha dos acontecimentos.

"I didn’t see if anyone was on the bus or if anybody was hurt. Somebody told me they saw the driver running away from the bus but I don’t know if that’s true.
I’ve never experienced anything like this before. I’m quite shocked. I need a hot cup of tea with some sugar."

Enquanto gente de outros bandos, mandaria logo uns valentes copos de sake ou whiskies duplos para trás, este gentleman precisa é de uma chávena de chá quente com algum açúcar. Faz-me lembrar aquela música onde se cantava o seguinte:
"I don't take coffee I take tea my dear
I like my toast done on one side."

15 comentários:

Pedro disse...

Sempre ouvi dizer que o chá da Pérsia era o melhor...

Tiago disse...

Arrepiante, o atentado. London is still my goal though. Recusemo-nos a aceitar uma nova ordem no mundo.

Pedro disse...

Alguém podia era começar por explicar a estes extremistas islâmicos que não foram as pessoas que andam de comboio e autocarro em hora de ponta que ocuparam o Iraque ou que apoiam Israel…

quero ser italiano disse...

Gostava de acrescentar, neste momento de grande pesar para o povo inglês, que Portugal também sentiu com particular emoção estes acontecimentos... os atentados também nos atingiram - qualquer pessoa que tenha botado os olhos na SIC à hora de almoço sentiu a mesma dor de um inglês ao ver o homem das meias com raquetes de ténis a reassumir o controlo do nosso pequeno país... um dia de dor para Inglaterra e, especialmente, para Portugal.

Pedro disse...

É verdade... continuo sem perceber como é que o Nuno Rogeiro ainda não foi investigado. É, de longe, a pessoa que mais beneficia com o ocasional estado de terror... só com as 'opiniões' de hoje, iguais às das últimas 30 vezes que falou, já deve ter pago as férias...

Tiago disse...

Será que não conseguimos convencer o Zapatero a governar Inglaterra (e Portugal)?

Pedro disse...

Para quê, Tiago? Queres casar, é?
(não percebo estes teus desabafos. Ficas a saber que és tu que me obrigas a mandar estas bocas.)

Tiago disse...

Pedro, depois do atentado de Madrid, Espanha trocou de governo. O que é que este governo teve a coragem de fazer? Tornar-se neutro perante uma guerra idiota. Eu como pacifista convicto, gostava que a Inglaterra também fosse neutra. Não significa isto ceder, mas pelo contrário ter a coragem de parar com a intervenção militar. Quanto a Portugal, como o país está tão mau, aceitamos qualquer um. Gay por gay... Dente por dente...

Pedro disse...

Pacifista? Tu? Uma vez querias-me bater com uma tábua só porque eu te rapei os berlindes todos...

Bem, seja como for, se calhar agora a Inglaterra também vai ficar neutra... os ayatolahs podiam era enrabar o Aznar e o Blair em vez de matar inocentes que, muitas das vezes, até apoiam o fim da guerra e da ocupação da Palestina, como ficou provado pelas manifestações massivas contra a invasão do Iraque.

Tiago disse...

Não percebo porque é que continuas a inventar estas histórias mas está bem. A verdade é que se isso da tábua ainda não aconteceu é porque está mesmo para acontecer.

Pedro disse...

Era só um truque básico para te descoseres e mostrares quão pacifista és realmente...

Tiago disse...

Sou pacifista mas também não sou nenhum Ghandi!

Pedro disse...

Não era isso que o Ghandi dizia quando lhe pisavam os calos?

Sergy disse...

É muita fleuma!

Anónimo disse...

Very cool design! Useful information. Go on! »