12.5.06

Feira de Maio em Leiria



Chega uma altura na vida de toda a criançola, e labregos que já namoram, de serem levados e levarem-se à feira de Maio em Leiria, uma cidade bela no centro de Portugal que se torna, com efeito, na capital da bimbolândia em Maio.
Feirantes gordurosos, vendem as suas traquitanas, e apergoam aos microfones viagens destemidas nos seus carróceis. Pavilhões de circos multicolores com as bandeirinhas orgulhosas desfraldadas ao vento, cada bimbo canta a sua música pimba em surdina, e esse fenómeno comove quem vê; ao ponto de pensar que estamos num país novo, mais moderno, mais alegre, mais saloio.
Quem entra, admira Edison e as suas lâmpadas eléctricas, quem se senta numa viagem lembra-se de Edison, e a nossa lei da gravidade.
Percorre-se à pressa as barracas que vendem briquabraque, e entra-se numa barraca de campanha, grande com comes e bebes, a comida meditrânica foi substituída por uma gastronomia de feira, os templos de oração; as capelas, os santuários deram lugar a um estaminé chamado cantinho místico, e no meio do New Age, o visitante torna-se pagão. Por isso é que Deus castiga, e manda chuvas em Maio, para desbaratar de Sodoma, os pecadores.
Deste modo, é com pleno alívio de um crente que não descrê que vejo chegar o dia da cidade, o nosso feriado 22 de Maio. A vida chega a ser um pouquinho mais normal a partir desse dia.

8 comentários:

enxofre disse...

"Leiria, uma cidade bela no centro de Portugal". Há gostos para tudo, é verdade. Há quem diga de Leiria horrores, como tratando-se da capital de distrito mais feia da cubata portuguesa, a cidade com mais antipáticos por metro quadrado... toxicodependentes e delinquentes (depois da capital do império, claro).

São gostos.

João disse...

Ò enxonfre, lá por seres das Caldas da Rainha não precisas de ser tão sulfuroso, pá!

Pedro disse...

O enxofre está todo sarnento. Não o vês a coçar-se, na foto? Não o queremos em Leiria.

Tiago disse...

Não há aqui simpatias para o pessoal. Desanda enxofre. Só és bem-vindo se trouxeres substâncias tóxicas ilegais ou então se fores um arquitecto dos bons e encheres a cidade de "prédios-da-zara". Se não, vai pentear macacos para a tua óbidos bonitinha e cheia de turistas com fatinhos da 1ª comunhão!

Tiago disse...

Ao Telmo só posso dizer: Amén!
Gostei e concordo. ;)

sacrilegius disse...

Que mau feitios ... arre !!!

Tiago disse...

"...é com pleno alívio de um crente que não descrê que vejo chegar o dia da cidade, o nosso feriado 22 de Maio. A vida chega a ser um pouquinho mais normal a partir desse dia."

Mas só um pouqinho porque os carrinhos de choque e as farturas do Penim ficam sempre mais uma semana de bonus.

Anónimo disse...

palhaxu vai dixer mal mas é pa tua terra..