9.11.05

O Mito do Pai Natal Desvendado I

Se em Portugal e nos Estados Unidos há o Pai Natal, em outros países há outras figuras natalícias. Como por exemplo, na Itália onde temos a tradição de "la Befana". A lenda de “La Befana” conta-nos o seguinte. Os três reis (Belchior, Baltasar e Gaspar) estavam a seguir a estrela que lhes ia indicar a Santa Criança. Cansados bateram à porta de uma pequena cabana, onde uma velhota lhes abriu a porta e lhes deu algo refrescante para beber.
Contaram a velhota sobre a sua missão e perguntaram-lhe se queria vir também. Ela retorquio que estava cansada e que tinha demasiado afazeres. Depois dos três reis terem partido, ela teve uma epifania, ou seja uma visão, do menino Jesus (epifania é outro nome da festa do dia 6 de Janeiro, a dos três reis). Teve remorsos por não ter ido com os reis, juntou umas prendas e resolveu procurar a criança. Até hoje continua a procura e como tal, passa em todas as casa onde há crianças.
O nome dela, “La Befana”, vem da palavra grega epiphaneia (manifestação, revelação) e passado muitos tempo, perdeu-se o “f” e o “i”.
É uma tradição muita antiga e que já existe, pelo menos, desde o século XIII. Na noite do 5 para o 6 de Janeiro, as crianças penduram meias, deixam uma tangerina e um copo de vinho ao pé da lareira para “La Befana”, que voa na sua vassoura. No dia a seguir, a bruxa deixou ao lado do copo vazio, a casca da tangerina. A criançada que se portou bem encontrará na meia, doces, e aqueles que se portaram mal: carvão, alho ou cebola.
Sabe-se também, que "La Befana" quando era nova, era uma tipa bem jeitosa. Ainda nos nossos dias, há homens que dizem: “Comia agora uma bela bifana!”


La Befana vien di notte
con le scarpe tutte rotte
col cappello alla roman
viva viva la Befana!

3 comentários:

ron j. disse...

Na noite do 5 para 6 de janeiro a bifana apanha é uma grande rosca...
de maneiras que começa a olhar para a vassoura com segundas intenções, é sempre todos os anos assim desde que teve a visão dos reis magos devido não ao vinho mas sim aos acidos que costumava consumir.

Anónimo disse...

Sem Ironia do Destino mas aquele humor, é mesmo À la PETZI

Inês Ramos disse...

Eu ando no 1º ano de Italiano eu traduzo isto...

A Befana vem de noite
Com os sapatos todos rotos
Com o cabelo à moda dos romanos
Viva viva a Befana!

(QUEM ESCREVEU ISTO é que parece que estava com uma befana - oops - bezana!)