10.4.07

Por Caminhos Pecaminosos III

Eu não sou daquelas pessoas que se refere à internet com metáforas marítimas, como navegar ou surfar, ou como aquelas outras que só por receberem a conta da internet ao mesmo tempo que recebem a da Via Verde, acham que computadores ligados por fios e isso, são uma auto-estrada de informação, ou lá o que é. Desde que o Papa considerou a internet um pecado, que decidi referir-me à rede mundial de conspurcação, heresias e afins, assim com uma linguagem mais bíblica.
Ao caminhar pelo negrume do vale das sombras da internet encontrei um blog duma malta de pessoal assim meio porreira, um bocado como aqueles padres que tocam viola, jogam à bola ao sábado de manhã e que até dizem "bolas", ou "chiça" quando falham um remate. Uma vez ouvi um a dizer "porra, que isso aleija!" por lhe terem acertado com um potente remate na zona testicular. Dizem que quando o Bispo soube do sucedido, que o excomungou, ou o despediu - uma dessas duas, não sei ao certo.



"Quarto Leis Espirituais". Acho que este é um daqueles títulos assim meio ao calhas, mas que deve ser propositado. Ou então falta-lhe uma vírgula ou algo assim. Tem também um logotipo que um gajo até se vira e diz:"Sim senhoras!". É uma representação do monte Fuji, com o raiar dum novo dia. Sempre curti estas coisas do budismo e do karaté, por causa do "Karaté Kid"- que significa "Cachopo Karateca", em português.
Deve ser um blog recente, porque ainda não tem muitos posts. O primeiro post é do João, e foi escrito às 3:16 - possivelmente escrito após uma noite de borga, enquanto um pizza era aquecida no microondas e reza assim:
O AMOR DE DEUS
"Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho Unigénito, para que todo o que nele cré não pereça, mas tenha a vida eterna"
(João 3:16).
João fala-nos de um filho de Deus, de seu nome Unigénito, da imortalidade e de uma nova conjunção do verbo crer. Claramente João estava bêbado. Mais tarde, e depois de ter dormido umas horas, João fala-nos de um sonho acerca do Plano de Deus e questiona-se acerca da vida de abundância. É no que dá a ressaca.
Outro elemento deste blog, é o 'Romanos' - este nome deve ser uma alcunha, porque na minha rua havia um "Fenícios de Morais" e também era alcunha. E entre outras coisas, o Romanos apresenta-nos um esquema e diz-nos o seguinte:
"Deus é santo e o homem é pecador. Um grande abismo separa-os. Mas o homem sente que lhe falta algo, tem um vazio e está continuamente a procurar alcançar Deus e a vida abundante, através dos seus próprios esforços: vida recta, boa moral, filosofia, etc."
Eu já conhecia este tipo de quebra-cabeças com esquemas, mas numa versão em que um alentejano tinha de atravessar um rio com 3 metros de largura, tendo apenas duas tábuas de um metro. A solução para o problema era fazer um "T" na curva do rio. Também havia um outro com bispos, que não me lembro agora.
Mas este do homem pecador que tem um abismo entre si e Deus, parece-me mais lixado de resolver. Mas o João diz que sabe a solução:
ELE É O ÚNICO CAMINHO
Respondeu-lhe Jesus: "Eu sou o caminho e a verdade, e a vida: ninguém vem ao Pai senão por mim"


Pelos vistos para atravessar o fosso que o separa de Deus, o Homem tem que deixar de ser pecador, arranjar umas tábuas em cruz como aquelas do Jesus (não sei se há uma marca específica, mas em qualquer loja especializada ou casa de ferragens vos dirão), e depois é só esperar que Deus coise com uma seta na cabeça do Homem. É simples, e bastante semelhante à solução dos alentejanos.
Depois dizem mais umas coisas neste blog que eu não percebi muito bem - se calhar eu devia ter lido, porque diz que ler ajuda a perceber melhor as coisas. Mas eu cá sou daqueles que defende que se aprende mais a ler um homem do que a ler cem livros.
Após isto tudo, lá seguem logo de seguida para um esquema assim mais esquemático. O que no meu ver 'tá mais certo porque os livros com bonecos cansam menos a boca do que aqueles, que ao invés disso, são só letras.



Pelos vistos a vida controlada pelo "eu", que no meu caso sou eu, é assim como um queijo suíço perto dum cemitério, ou de uma campa, e é uma vida muito esburacada cheia de frustações e discórdias. A vantagem disto é que temos sempre lugar sentado. Por outro lado, uma vida controlada por Cristo, que neste caso não sou eu, um gajo senta-se no chão e tem harmonia materializada na forma de oito chupa-chups. É assim... se não se querem crer naquilo que vos digo, é visitarem vocês mesmo este blog, onde se forem optimistas (sendo que por 'optimista' se entende 'clicar num sim gigante') até podem deixar um comentário.

8 comentários:

medusasss disse...

Que João és tu? Porventura não tens esquizofrenia?

Pedro disse...

O que é pior? Esquizofrenia ou caspa?

Eu acho que é sida.

Tiago disse...

Neste blog temos quase todos nome de apóstolos, há o joão, o pedro, o tiago, o matias que é quase mateus (e pode muito bem vir a ser, porque ele muda de nome como quem muda de camisa). E temos um ou dois São Telmo. Há um Joel mas não conheço a sua relevância nas escrituras sagradas....

João disse...

O que queres dizer c isso? QUe os apóstolos tinham SIDA? Que eu saiba a bíblia não falava de beliscões, que como toda a gente sabe é a causa da SIDA.

Tiago disse...

Que cambada de esquizofrénicos!

medusasss disse...

Não, o que ele disse é que os apóstolos tinham CASPA! E devido a esse problema capilar não tinham muito sucesso com a população feminina, pelo que tenham defendido acerrimamente a castidade como o único meio (não conheciam outro) de chegar a deus.

João disse...

Julguei que já tivesse claro que para chegar a Deus são somente necessárias duas tábuas do Jesus...

enxofre disse...

feliz dia da cosmonáutica