28.12.05

O Nojoso de 2005


Álbum: Qualquer um que inclua a pior canção desde “She’s in Fashion” dos Suede: "You’re Beautiful" do James Blunt. A letra é péssima, com versos ao nível da magnitude que atingiram os míticos “Don't be fooled by the rocks that i got/ I’m still/I’m still/ Jenny from the block/ used to have little now i have a lot/ no matter where I go I know where I came from (from the Bronx)” de J. Lo. A parte do “it’s true” é das coisas mais revoltantes que já ouvi.

Livro: "Como tornar-se num jogador decisivo" de (que ridículo…) Simão Sabrosa. Tive indeciso entre este e um outro em que o asqueroso jogador ensinava as pessoas a marcar livres directos. Pode não parecer, à partida, mas dá um jeito do caraças para conseguir aquele aumento lá no serviço. Bem, acabei por escolher o “Como tornar-se um jogador decisivo” porque, na apresentação do mesmo, Simão envergava um smoking de ganga.

Filme: Os traillers do "Adriana" e do "Um Tiro no Escuro". O primeiro porque tinha o pior actor de todos os tempos que, embora dizendo apenas “Adriana, não sei o que anda aqui a fazer, mas um homem não é de ferro”, chegava para provar como algumas pessoas deviam ter nascido vegetais. O segundo porque tinha o Joaquim d’Almeida a dizer “Shhh… faz ó ó” para um pobre bebé.

Programa de TV: Não é bem um programa, mas um subprograma: "Crónica Policial" do SIC dez horas. Demora meia dúzia de minutos e, basicamente, é a Fátima Lopes a ouvir a opinião de dois especialistas em assuntos da polícia e casos, que levam uma macheia de papéis que nunca têm tempo de ler ou sequer consultar. Uma espécie de jornal “O Crime” em versão televisiva e “a despachar porque vai começar o jornal da uma não tarda nada”. Tem um genérico minúsculo com sirenes.

Personalidade: O "namorado, agora marido, do Elton John". Porque, palavra de honra, alguma vez a frase “Sou casado com o Elton John” será levada a sério? Eu não quero viver nesse mundo. E também não quero saber qual deles é o “Rocket Man” e a “Nikita”.

Evento: As "cheias em Nova Orleães". Fez-me lembrar o Waterworld, o filme que acabou com o sofrimento que era a carreira do Kevin Costner. O mais triste é saber que o faltou ao Kevin foi sobretudo timing. Sejamos francos: alguém tinha ido ver o Schindler’s List em 1910? Ora bem…

Blog: "Retrato Global". Essencialmente, porque é de um gajo que trata as pessoas por você e não concorda com algumas das escolhas aqui da malta para piores do ano. Acho isto inconcebível. Chegue-se à frente, caro colega. Conte lá à gente que pontos do post anterior o revoltaram.

9 comentários:

Shôtôr disse...

Abaixo esse livro mal enjorcado do pequeno pónei, Judas, Simulação Sabrosa...

bruno pimenta disse...

Pesso desculpa se o ofendi, mas não concordo com o pior livro, o pior filme e o pior blog. E como o blog permite comentar, fiz questão de o fazer. Não sabia que não podia discordar. Trato-o por você, apenas por uma questão de respeito.

João disse...

"Pesso" é peso dito por um sssopinha de masssas, não é? Pergunto isto com todo o respeito, é claro!

Pedro disse...

Caro Pimenta, claro que pode discordar do que aqui se diz. Mas não percebo qual é o gosto que alguém pode ter em mostrar que não tem razão...

James Blunt disse...

Andaste a ler literatura asquerosa?Haja quem.
Graças às "Intermitências da Morte" tornei-me director do McDonalds. E pensar que ainda em Setembro era o gajo que fritava as batatas fritas do chão...

Pedro disse...

Bem, depois disto, resta-me dizer que... hã? Tou a ir!

Anónimo disse...

best regards, nice info Voip getway Wedding etiquette + wedding invitations Tuscany style kitchen Porsche spyder 550 kit Free buy zithromax hot blonde teachers Minivan rental in oregon Price+for+lasik+eye+surgery Sposa b na cellulitis Vcr with parental control fiat seicento s 7 vintage blouses

Anónimo disse...

Keep up the good work film editing schools

Anónimo disse...

Where did you find it? Interesting read Cheap adderall Contact lens colour chart wo ist ein lasik zentrum in meiner nahe software keys Top gay tshirts