20.5.07

A Legendária Lenda d´O Gémeo Malvado

Muitas vezes há gente que vem ter comigo na rua e pergunta-me onde fomos buscar o nome “Gémeo Malvado”. Como em breve vamos passar a marca histórica de 70000 visitantes, vou oferecer como pequeno brinde aos estimados leitores, a mítica lenda d' “O Gémeo Malvado” que até agora, perdida nas gavetas da história, era só conhecido pelos elementos do Gémeo Malvado. Juntem-se todos aqui a volta da fogueira, porque eis que vou vós contar a legendária Lenda d'O Gémeo Malvado.



Era uma vez, em tempos longínquos; nos tempos em que ainda existia a torre de Babel, em que ainda havia festins carnais em Sodoma e Gomorra e em que o Benfica ainda dava alegrias aos seus adeptos; um pais onde só havia gémeos. Mais exactamente gémeos xifópagos ou siameses como se diz na linguagem do homem comum.
Era um reino, com dois reis e duas rainhas que viviam num esplendoroso palácio chamado de Twin Towers.
Toda gente era alegre, porque ninguém passava um dia, nem se quer uma hora, de solidão. Cada pessoa tinha sempre a companhia do seu irmão ou irmã gémea.

(continua)

29 comentários:

SOD, o Pérfido disse...

Com o início à volta da fogueira, começou logo a cheirar a queimado. Os leitores queimaram-se enquanto esperavam pelo resto da história...

Anónimo disse...

Sr. Mat, as almas gémeas são fodidas. E são as primeiras a deixar-nos sós, porque é com elas que contamos sempre e primeiro, no mather what. E vice-versa.

Mat disse...

Estimados leitores, como talvez sabem infelizmente não me posso dedicar só ao GM e ao meu proprio blog de desenhos. Tenho uma vida ocupadíssimo, mas sempre que encontro um buraquinho na minha agenda sobrecarregada, tento sempre escrever uma palavrinha para o GM. A lenda é um "work-in-progress" e na próxima semana vou colocar aqui o segundo episódio. Até talvez amanha!
Penso que é triste que os meus colegas GM, não se dedicam tanto à causa. São opções, mas eles vão pagar.
PS. Não me tratem por senhor. Este país já tem senhores suficientes.

João disse...

Olhem-me só para este urso outra vez armado em patrão. Isto há pessoas que não têm coiso nenhum de gente!

Tiago disse...

eu sempre lhe topei a pinta

Anónimo disse...

Sr. Mat, e o sexo, onde é... que fica? É que 2+2=4=quadrilátero, e que eu saiba amor é em triângulo, como as Bermudas

enxofre disse...

bonito

João disse...

Este post seria genial se o Gémeo Malvado fosse um daqueles blogs que tem como público-alvo crianças e atrasados mentais. Assim, sem crianças a lerem do outro lado, apenas posso considerar o post fantástico. Quero dizer, mediano.

Mat disse...

Estimado João, como não temos um blog infantil e como não tenho uma editora interessada em os publicar, só me restou este hipótese: publicar este meu conto aqui no GM. Se bem que, ainda tenho a pequena esperança que J.K. Rowling lê blogs e que me vai oferecer um contracto fabulástico para eu escrever contos infantis. Assim deixaria de escrever os aqui.

João Nascimento disse...

Eu gosto do Mat porque ele estima tanto as criança como as pessoas suas leitoras.

João Nascimento disse...

Escrevi "as criança" de propósito. É a minha costela brasileira a vir ao de cima.

Maria disse...

"Tralmente" deve ser mesmo horrivel romancear uma lenda Grega tão conhecida e "bem boa"(isto para quem gosta de lendas e de almas - é o meu caso!!!) como a das almas gemeas. Eu achei giro e a continuação é benvinda. devo ser atrasada mental...sempre achei que havia alguma coisa errada comigo!

Mat disse...

Não digas isso, Maria, eu também leio muitos livros infantis aqui no meu ranch no Never Neverland.

Maria disse...

não lês nada livros infantis Matias...até porque hoje em dia são muito maus e nem as crianças os percebem! CUIDADO, a menção a never neverland pode ser deveras comprometedora! eheheh, E depois, eu tava a armar-me em parva...não sou atrasada mental, só infantil e criançola! nem todos podem ser fantásticamente europeus, imensamente eruditos e...crescidos!!! Mas é sempre um prazer trocar umas linhas contigo!!!( vês?? sou mesmo simpática!)

Maria disse...

Brinquemos às lendas gregas, já que as polémicas estão na ordem do dia!! esta é gira, e vem a propósito, é pena ninguem gostar de poesia: "Partiu-se o espelho mágico em que me revia idêntico, E em cada fragmento fatídico vejo só um bocado de mim. Um bocado de ti e de mim..."(alvaro de campos)---E amanhã podiamos comemorar o dia mundial dos dias mundiais!

Maria disse...

Ah... e se o Sr. João vier de seguida dizer que eu tambem devo ser gorda e adorar musicas da Dina, é mentira!!! Nem gorda, nem Dina, nem nada! só acho piada ver pessoas que discorrem com uma facilidade incrivel acerca de qualquer coisa que lhes apeteça normalmente com humor...fazem-me rir e isso é bom! ( invejosa!!)

Mat disse...

Leio livros infantis, sim senhora, mas não todos os dias claro. Sou fã do grande Roald Dahl que para mim escreveu os melhores livros infantis jamais escritos. Alias o seu ilustrador habitué, Quentin Blake, também é um artista genial. Aconselho vivamente os livros destes dois, mesmo já não sendo uma criança.

Maria disse...

Bom gosto Matias! Eu adorei a "fábrica de chocolate" não espera,"charlie e a fabrica de chocolate" e roald tb. escreveu "os gremlins", certo?... mas vou dizer baixinho para ninguem ouvir, adoro banda desenhada! sou doida por um asterix(ainda hoje)entre outras, mesmo que já tenha lido, e encantam-me os contos de Perrault e dos irmãos Grimm (mas eu sou uma menina, claro!)acho que esse Senhor Quentin blake chegou a ilustrar um "capuchinho vermelho" de Perrault. Epá, tou a expor os meus "intimos pecadilhos"...fica-me sempre mal fazer isto! que se lixe!

João disse...

Peço desculpa de interromper, mas é aqui que se apanham os autocarros para a Brandoa? É que também já me disseram que depois da cinco, só se for ali mais para cima junto àquele coiso ao pé daquele edifício, ou uma cena assim dessas...

Mat disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mat disse...

Obrigado Maria. O livro dele de que mais gostei foi o "The Twits" (em Inglês) e não sei se alguma vez foi publicado por cá. Nunca imaginava que literatura infantil podia ser assim. Também não devemos esquecer os contos assombrosos do homem, que também me deram imensa prazer. Não sabia que o Blake ilustrou o "capuchinho"...aqui no GM estamos sempre a aaprender.

João Nascimento disse...

Eu também leio livros infantis. Gosto especialmente dos do Saramago.

João disse...

Quanto a literatura infantil, geralmente prefiro ver só os bonecos, porque ler cansa-me demasiado a boca e o dedo indicador.

Maria disse...

Isso é quando há bonecos! Não havendo, o melhor mesmo é não leres, já viste o inferno em que se pode tornar escrever e comentar posts, com o somente utilizado indicador tão cansado, á velocidade de três caracteres por minuto?! E chamar o autocarro para a Buraca...ó para a Brandoa(sei lá), com a boquinha cansada seria um verdadeiro martírio!!! ahahaha tens muita piada tu! tens, tens!!!

João Nascimento disse...

Eu também tenho muita piada, mas só a uso em situações de vida ou de morte, porque eu vejo o humor como uma arma política (e não só).
Vocês não imaginavam que eu fosse tão profundo. Admitam. Nem eu imaginava.

Maria disse...

Muita piada?!...Não sei, mas assomos narcísicos de "profundidade" questionável...com toda a certeza! E entretanto Matias, para quando a continuação da lenda? tenho muita vontade de ver como vais "resolver" o assunto da separação das almas e dos sexos, porque suponho que estes siameses teriam todos o mesmo sexo e que este seria nem feminino nem masculino mas híbrido...ou enganei-me!?

João Nascimento disse...

Autch!

Maria disse...

Vês!!! agora tiveste mesmo piada! "Absofreakinlutely"

Mat disse...

Já escrevi a lenda toda, e agora, estou a espera que a possa publicar.