12.1.07

Banalidades I

"Bom fim-de-semana!"- disse-me a senhora da caixa registadora do Mini Preço.
"Para si a mesma coisa!"- retorqui-lhe, simpático como sou.
Logo a seguir fiquei a pensar, enquanto a senhora continuava o seu trabalho:
Se calhar não tinha fim-de-semana e devia lhe ter dito “Continuação de um bom trabalho!”
Se calhar ela acha o seu trabalho uma tristeza e está ali apenas para ganhar o seu.
Se calhar devia devia lhe ter dito “Uma sorte melhor para a sua vida miserável!”
Às vezes o que parece óbvio, não é tão óbvio.



P.S. - Já agora, quero lançar aqui uma ideia que tenho há algum tempo. Na nossa escolha de supermercados, em vez de nós guiarmos pelos preços, porque não nós orientar pelas condições laborais que ofereçem aos seus empregados? Deixo aqui esta proposta no ar.

6 comentários:

Sacrilegius disse...

Quando a menina da caixa do hipermercado me deseja, em tom simpático, bom fim de semana, nunca lhe respondo....
Espeto-lhe dois crencos.

enxofre disse...

aqui no norte há uma expressão perfeita que podes utilizar nesse tipo de situação: "continuaçoum".

e a palavra não é apenas de resposta... serve exactamente de cumprimento de despedida:

-atóm olha, bou-me lá... continuaçóm...

-continuaçoum!

simples, rápido e eficaz!

João disse...

Já agora diz-me, no norte onde? Em que país? Estás emigrado há muito? Vens em Agosto ou só no Natal?

Sacrilegius disse...

Lá no norte o Natal é em Agosto.
Ou é no Sul ?
É no Sul.
No Sul é que o Natal é em Agosto.
Ou é no Verão ?
Já nem sei. Já estou confuso.
Acho que vou ao hipermercado espetar dois crencos no focinho a alguém.

enxofre disse...

emigrado não é a palavra. é outra qualquer.

mas em agosto não vou a portugal com aquela coisa em cima do carro, cheia de bacalhau. fico por cá ou vou ainda mais para norte.

astuto disse...

Eu também não gosto do meu trabalho: sou trolha.

Continuação...

http://homemmau.blogspot.com
http://maisastuto.com